(11) 2293-3391 / 2296-3429
 






Nome:

E-mail:




Pais Antenados #14: Dizer não quando necessário e negociar quando preciso.

Pais Antenados #14: Dizer não quando necessário e negociar quando preciso.
 
Pais inteligentes não devem servir de plateia para o teatro dos filhos, dando inúmeras explicações diante de chantagens ou manipulação. Devem dar mensagens claras e sintéticas: “Eu te amo, por isso não vou ceder a isso”; “Você é fundamental para mim, mais que tudo nessa vida, mas não é o momento de você ganhar aquilo”; “Muitos dos seus amigos podem ter o que você me pede, mas não tenho recursos ou não quero comprar isso para você agora”. Seja claro e objetivo. Dentro do possível, saia de cena, não fique discutindo, do contrário você vai perde, no mínimo, a paciência.
 
Se os pais funcionarem como espectadores das birras, clamores e pressões dos filhos, estimularão o fenômeno RAM a registrar, na psique deles, a crença de que, se ultrapassarem os limites, sem exagerarem, poderão dominá-los. E muitos se tornaram especialistas nessa manipulação. Pais inteligentes devem dizer com segurança que chantagens, escândalos, nada disso terá efeito sobre sua decisão.
 
Sucessores precisam de limites. Sucessores precisam do nutriente do “NÃO” para estruturar sua personalidade. Sucessores precisam saber lidar com frustrações para amadurecer. Sucessores precisa saber conquistar e não manipular. Sucessores precisam ser transparentes e não dissimuladores.
 
Mas os pais devem ser sempre rígidos? JAMAIS! Devem negociar?
 
Dentro do possível SIM, mas sempre fora do ambiente da manipulação. Devem negociar o que é passível de ser negociado, o que não vai prejudicar a saúde física e emocional dos filhos.
Pais devem ser flexíveis em muitos aspectos. A rigidez e o engessamento mental criam um clima improdutivo, pouco agradável e inteligente, mas é diferente ser flexível em momentos brandos e calmos, onde há clima para pensar com tranquilidade nas reinvindicações dos filhos, e horários, podem dizer que em tal época eles comprarão o que desejam, podem até negociar uma contrapartida: “darei isso se você fizer aquilo”. Os sucessores devem aprender com seus pais a arte de negociar.
 
Alguns filhos, e podemos chamá-los de herdeiros, por serem manipuladores, não terão chance de sobreviver num mundo onde a razão prevalece, onde a negociação é a regra. Eles precisam aprender, em casa, a baixar o tom de voz, a não jogar pesado, a não fazer comparações rápida e impensadamente, enfim, precisam aprender uma das mais importantes funções da inteligência para se conquistar o sucesso afetivo, social e profissional: A de expor as ideias, e não as impor! Caso contrário, “Ficarão no piloto automático. Não libertarão seu espírito animal saudável para se desenvolver”. (Doren, 1991).
 
Sucessores sabem que quem impõe suas ideias ainda que apresente reivindicações corretas está usando um modus operandi incorreto. Com isso, causará muitos acidentes, contaminará suas relações, destruirá oportunidades.
 
FICA A DICA
Sucessores aprendem a colocar suas ideias na mesa e dar às pessoas o direito de questioná-las. Eles conquistam os outros pela inteligência e não pela agressividade, excesso de palavras ou argumento.


 
LINK - ESPALHE POR AÍ!

 

 

 

     

Endereço
R. Santa Virgínia, 419 - Tatuapé - 03084-000 - São Paulo/SP
Telefones : (11) 2293-3391 / 2296-3429 /
colegioesperanto@colegioesperanto.com.br

WEBMAIL
Criação
Site Para Escola